Ballet

"Quem não dança não sente o que se passa" Hino gnóstico, do séc. II , foi como linguagem e meio de comunicação que o homem primitivo a usou. Trata-se de uma linguagem gestual e rítmica. A dança é um desafio, sucessivos movimentos em aparente desordem, onde os saltos, as piruetas, pernas no ar, os pés que não param, coreografias simples ou complicadas culminam num harmonioso bailado. A dança é soberana.

Os principais objetivos do ballet, resumem-se na concentração, socialização, autoestima, auto-confiança, disciplina física e mental, postura, musicalidade e artes cénicas.

O ballet inicia-se com 3/4 anos, sendo que nesta idade o trabalho em grupo, a noção do "eu", o equilíbrio e a criatividade são passos fundamentais para dançar.

Iniciando-se um processo de aprendizagem por etapas e exigindo-se um aumento gradual no coeficiente de dificuldade dos exercícios, na concentração, raciocínio matemático (contagens, formas geométricas, mudanças de direção, diagonais, etc.), musicalidade, maturidade.

Todo este processo é acompanhado pelos pais, experiências vividas no crescimento da criança, traduzindo-se na conquista dos objetivos atrás enunciados que irão beneficiar todos os aspectos da sua vida.