O passado nacional no 2.º ano

O passado nacional no 2.º ano

 

Nas Aprendizagens Essenciais da disciplina de Estudo do Meio, para o 2.º ano, é referenciado apenas o passado pessoal e familiar, como objetivos. Contudo, torna-se necessário assinalar algumas datas do passado local e nacional ao longo do ano letivo.

Devido ao feriado nacional que se assinalou no 25 de abril, surgiram algumas questões por parte dos/as alunos/as da turma, entre as quais porque é que é feriado. Assim sendo, graças à curiosidade demonstrada pela turma, o tema do 25 de abril foi abordado em sala de aula.

Houve alunos/as que trouxeram livros de casa sobre este tema, outros/as partilharam alguns factos que descobriram através dos seus/suas familiares…

Desta forma, para abordar este tema, os livros foram lidos à turma (pelas pessoas que os trouxeram), assistiu-se a vários vídeos que explicavam o que se tinha passado a 25 de abril de 1974 e foi feita uma reflexão sobre a importância destes acontecimentos históricos para a sociedade atual.

Posteriormente, em conjunto, foi escrito um texto, em que os/as aluno/as imaginaram como seriam as suas vidas, caso a Revolução dos Cravos não tivesse acontecido. Cada um/a copiou e ilustrou nos seus cadernos.

No período da tarde, foram ouvidas algumas canções icónicas, tais como “E depois do adeus” de Paulo de Carvalho e “Grândola Vila Morena” de Zeca Afonso, bem como conhecidas algumas personagens históricas (Salgueiro Maia).

Em suma, independentemente, de não ser suposto abordar o passado local/nacional neste ano de escolaridade, é muito importante que os/as alunos/as comecem a contactar com este género de factos, pois é a realidade que os rodeia e é essencial que a percebam.

 

Juntos Somos Mais Fortes!

Juntos Pelo Ensino!

 

 

1º CEB – 2º Ano

Maria Silva

×

Olá!

Contacte-nos pelo WhatsApp

× 918187925